quarta-feira, 6 de março de 2019

0 Dicas de leitura

Oi pessoal!

Xi... Sumi ne?
Na verdade muitos blogs estão sumindo...
Antigamente (2007 já virou antigamente,rs) blogar era divertido e novidade. Muitos blogs eram gratuitos e com o tempo “blogar” virou ofício e agora o pacote é bem mais complexo ne: Influenciadores digitais. As coisas atualizam em tamanha velocidade fugaz e impiedosa que tudo pode ser atual e tudo pode se tornar obsoleto em um clic.
Toda essa correria competitiva desesperadora acaba nos deixando cansados, desmotivados... Quem nunca?
E o que parece ser vintage ou retrô revela: raízes. Força e paz num passado que revelava coisas simples como “coisas realmente boas”. E esse resgate leva até nome de “terapia”.
Que seja!
Arte terapia, natureza terapia, desintoxicação tecnológica, desconectar, acalmar, dar pausas... Necessárias pausas na vida! Se olhar no espelho e atentar para nossa existência. Dar um “oi” pra si. Já fez isso? É. Assisti uma rápida palestra de alguém muito sábio que recomendou isso. Respire. Se olhe no espelho e diga “estou aqui”.
E nessa longa pausa (paralela à ocupações reais e frenéticas de família, trabalho, mais trabalho e vida que segue) procurei dar mais atenção para família e o mundo da leitura.
Mundo da leitura... Leitura de mundo...
Até nossos queridos livros da literatura infantil caem nas ciladas capitalistas do comprar por comprar...
Sim. Perigo eminente. Porém... Ainda existem bibliotecas públicas e sebos! Ainda existem amigos leais que podem emprestar e levar os nossos também. Escolas que emprestam... Dá pra fugir da doença do consumismo exagerado despropositado numa boa.
Confesso que demonstrar maturidade do quesito “aquisição de livros” não é muito minha praia. Eu amo cheiro de livro novo! Amo garimpar em sebos físicos e virtuais... Black Friday de livros “ai meu Deus” como é bom. Mas tudo precisa ter limite e estou aprendendo a exercitar os meus.
O objetivo desse retorno é compartilhar com vocês dicas de leituras, trocar ideias, divulgar alguma coisa que faço como bonecos de pano... De tudo um “cadim”.
Calma que lá vem!
Quero Meu Chapéu de Volta de Jon Klassen


Sabe aquele papo inicial de que precisamos nos desconectar de coisas complicadas e respirar em coisas simples?
Este livro é fantástico.
Amo quando imagens dialogam com o texto.
Suspense de primeira. Um curto conto que revira nosso cérebro. Para todos os públicos este livro não é o que parece. Ele é muito mais do que apenas um imaginário captura. É para muitos imaginários. Eu recomendo para todos!
O autor fabuloso (só pode ser fabuloso quem escreve e ilustra assim) escreveu com texto e imagens.  Estou in love com esse autor e espero que ele escreva muitos livros.
A estética dele é de primeira. Todo amor e respeito por capas duras. Páginas fortes, tamanho perfeito para ler sozinho ou para um público.
Sou professora e atualmente estou com turma de 5 para 6 anos. Isso me deixa muito feliz porque é uma idade que pira junto comigo com livros assim. Faço a mediação da leitura e, após, temos nosso momento fórum de discussão, de troca de ideias, de clube do livro. É muito gratificante assistir a plateia exigente de 5 anos com olhos vidrados e coração pulsando no suspense.
As inferências acontecem e este momento é mágico. Registro o que consigo. E como é bom escutar um “me empresta pra eu ler sozinho (a) profe?”

By: Suzue

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário!