quarta-feira, 28 de outubro de 2015

0 S.O.S NECESSAIRE: Dica fundamental para nunca sair de casa sem um kit básico na bolsa

Dica de make do dia: há poucos itens de make na necessaire e precisa dar um UP no carão? Rímel vira delineador em gel com pincel fininho, batom cor de boca vira blush cremoso, corretivo com hidratante facial vira "base", base vira corretivo. Lápis marrom vira sombra cremosa... Mas convenhamos... NÃO SAIA DE CASA SEM SEU KIT DIVA. Nos dias mais improváveis que encontramos parentes, amigos, inimigos, " aquela amiga chiquerrimaaaaa ", pinta um evento de última hora... Acontece tudo, até o Luan Santana canta na sua rua e você lá, de CARA LAVADA! #minhazarma #sosnecessaire

Regularmente posto em meu face uma dica de make, de cosméticos... E agora contribuo num jornal local de minha cidade chamado Nosso Dia, duas vezes na semana. É muito bom ter retorno de algo que fazemos por gostar deste universo, sem esperar recompensa material. Apenas pela interação e troca de conhecimento, informações, experiências... Pelo prazer de ajudar amigas e leitoras.

A dica da vez pede sugestões de produtos. Por isso montei o que considero um "kit Diva básica". Na verdade é o meu atual, o que pode mudar dependendo do seu gosto, sua realidade, seu tipo de pele...

Lembrando sempre que minha pele é normal/mista/seca... Menos, oleosa. Fujo léguas de produtos matificantes e para ser sincera, nem primer anda me fazendo bem. Para quem é nova "nas parada", "primer" é um produto que aplicamos antes da base. Ele segura mais o make, segura a oleosidade, prepara a pele, deixa mais lisinha, e em alguns casos, minimiza poros (quando é um primer top). Usei muito, mas com o passar dos anos minha pele ressecou mais. Hoje trato ela com mais carinho, atenção redobrada e hidratação power.

Então vamos para o kit básico Diva!

Rímel (termo gíria para máscara de cílios que dá uma preguiça e meia de digitar, logo, "rímel" é mais legal)

A nova máscara Vult promete. Dá bastante volume, embora a escova seja gigantesca para olhos pequenos e cílios curtinhos. Mas aqui neste caso vamos ilustrar a necessidade de ter sempre na necessaire seu rímel favorito. Porque na correria do dia você sai sem nada e salva o dia em segundos frente a  um espelhinho. Dica para não borrar: Com um espelho de mão bem pequeno olhe para baixo e aplica a máscara para cílios de baixo para cima dando tremidinhas. Evita borrões do que aplicar olhando de frente. Quem me conhece de perto sabe que uso Colossal Maybelline e Lancôme.


Seu corretivo favorito...

Canetas iluminadoras M.A.C. Que no meu caso funciona como corretivo/corretor/iluminador. Curto demais essas canetinhas e devo a dica para a Antônia do blog Ciao,bella! Clique AQUI. Para morar no kit Diva são perfeitas! Elas corrigem, iluminam... Se nem base tiver na necessaire ainda assim elas salvam! E não considero semelhantes às nacionais, infelizmente. Make B tem, mas é bem diferente. A linha Prep+Prime M.A.C assim como os maravilhosos primers e pós não vincam, não craquelam, fixam super, duram super, é um produto top. Até Avon tentou lançar a sua em meados de 2006, mas era muito ruim mesmo o produto. Me "rupia" só de lembrar. A Bourjois tem uma, L'oréal, mas são diferentes também, mais fracas. Enfim, este é um produto incrível em minha opinião.


Produto pele: Base leve, BBcream, base... OMG! O que carregar?

Eu sei que muita gente odeia esse BB cream por não segurar a oleosidade. Ok. Mas lembra que falei no início do post de necessidades distintas? Pois é. Cada pele um lema, a minha é seca e eu gosto deste produto. O da L'oréal seria perfeito se o tom mais claro fosse mais claro. Oi? Sim. Tanto Mary Kay quanto Nívea Brasil, L'oréal e Racco, infelizmente são ótimos produtos que não encontro minha cor, ainda... Quem sabe num futuro próximo. Agora existe o BBcream Maybelline ajustado às peles oleosas. Ele (da foto) dá uma cobertura leve, por isso eu gosto. Um glow na pele, um quase nada Diva. Hahahahaha! Porque a ideia é ficar bonita e não se montar prum evento. É salvar uma situação emergencial. Se você não curte este tipo de produto, deixe uma base leve na necessaire ou sua base favorita mesmo. É só uma sugestão ok? :) Tem protetor solar e isso ganha tempo.
Furo: As francesas, pasmem, usam pouca maquiagem. Consideram até o BBcream L'oréal pesado. Imagina se assistirem um vídeo da Salazar reboco Studio Fix Fluid M.A.C ou Roberta Peixoto? Questão de gosto? Sim. Mas tá na moda não seguir moda. Tá na moda viver leve, linda, solta, Diva com o cliché menos é mais. Tá na moda o que nos cai bem!

Pó compacto

Nem vou mostrar imagem de pó porque ando usando tão pouco que nem compensa. Mas tenha seu pó compacto favorito na bolsa. Dica: Nunca carregue pó compacto BBB de embalagem frágil na necessaire. Lembre que sua bolsa vai sacudir pra lá e pra cá e o pó não sobreviverá fazendo uma farofada na bolsa horrorosa. Observe a qualidade da embalagem, do pó e de preferência deixe em casa os soltinhos, os baratinhos e os de embalagens grandes. Logo mostrarei resenha completa do novo pó compacto Racco. Um alento nacional! E dos importados que curto demais, são: M.A.C Mineralize Skin Finish Natural, Maybelline que postei recente, Revlon Color Stay e Photo Ready, Chanel que já mostrei no blog, Clinique mesmo a versão solta que pode ser carregada uma aplicação no pincel que parece batom. Sim, já é possível transportar uma porção de pó na necessaire. rs


Batom

Toda mulher carrega um batom. É raro uma que saia de casa sem pelo menos um balm, gloss ou batom na bolsa. Por isso acho importante ter pelo menos 2 favoritos, aquelas cores curingas que te deixam arrumada em segundos. Cor é algo pessoal. Mas os que julgo mais democráticos são, sem dúvidas : vermelho e rosa boca. O nude não recomendo porque apaga muito. Deixe para dias de olhão marcadão. Laranja cansa e marrom empalidece, não cai bem em dias indecisos. Quem acorda muito cedo precisa de viço. Minha marca favorita de batons é M.A.C e não sai da minha necessaire: Hug Me, Faux, Brave... Mas carrego um por vez. Dos nacionais gosto da Maybelline, Racco, Revlon, (são gringos incorporados okay), Intense, Quem Disse Berenice?, Koloss, Vult, graças a Deus há boas opções! 

Blush


Sou apaixonada por blushes. Acredito que o UP do carão venha dele, do rímel, batom e corretivo. Mas precisa equilibrar, deixar próximo do natural e não tentar afinar o rosto com cor de telha. Nem tampouco fazer rodinha de boneca. Assista vídeos da Vanessa Rozan e não erre mais.


Por fim, uma sombra neutra favorita, basta uma! As variadas tonalidades de marrons são curingas porque além de selar o lápis que é ceroso e geralmente borra (ajuda a segurar por muito mais tempo) dá um glam que nenhuma outra cor dá. Basta acertar no tom e acabamento. Se você não quer chamar muita atenção, escolha uma opaca e tom médio. Se você tem pele escura vai escolher um marrom mais escuro para destacar. Se você for mega branca precisará de um marrom nude, quase pó compacto mais escuro que a pele. Há pós bronzeadores que pagam de sombra tranquilo, como Bourjois. Na foto escolhi uma uno sombra M.A.C porque gosto do acabamento dela que não é cintilante nem acetinado. É um marrom bronze. Lápis marrom é muito legal porque não pesa e vira sombra, preenche sobrancelha. Pincel basiquinho de precisão para esfumar o que precisar. Este da foto é da Macrilan, super BBB dos pincéis que funciona tão bem quanto um de marca top. Lápis marrom com esfuminho Racco Cosméticos. 

Suzue

Imagens: Arquivo pessoal e reprodução

Imagem batom Racco Lutti: Todos os direitos reservados ao blog Coisas de Diva
Fonte resenha original do batom CDD no link AQUI.

domingo, 25 de outubro de 2015

4 Sempre cuidando dos cachos: creme para pentear sem enxágue


Não vou falar de produto especificamente para cachos. Isso que é o surpreendente. Um creme democrático sem enxágue que super funcionou para mim. A saga da busca por um creme perfeito que dome os cachos tá chegando ao fim... 

Meu cabelo teve fases, mas sempre curti ele natural, cacheado. Sim, sou japa do cabelo cacheado.
Mistura de orientais com portugueses, com sírios e sabe Deus mais o que... Ser mestiça de várias raças dá o privilégio de fugir do padrão. Minha mãe até esperava uma japinha do cabelo liso, mas não foi o que aconteceu. Ainda bem!

Cabelo cacheado dá mais trabalho?

Depende. Se você acha que o gasto que uma loira tem com tintura, hidratação, corte, retoques, tratamentos super power, químicas etc... Fazem parte da rotina de beleza que toda mulher merece, respondo que não, certamente o cabelo cacheado natural dá muito menos trabalho e gastos.
Mas, esse mito de "lavei e saí linda por aí" é mito mesmo. Você até pode fazer isso se assumir o volume e frizz natural. Super apoio. Mas aqueles cachos definidos de cinema, ah... Tem um segredo, ou vários...

Meu cabelo é normal, nem oleoso, nem seco. Mas, se apenas lavar e deixar ao vento, Jesus acode! Vira um fuá daqueles. Exceto em dias que durmo bem, umas oito horas seguidas. Ou seja, nunca.

Já usei de tudo?
Não. Sempre mantive uma linha favorita. Já transitei pelos populares de supermercado, do Acqua Marine, Flex, Elséve, Pantene, Yamasterol, Colorama... Até Seda Ceramidas. Mas sofria com frizz, não sabia que a culpa era dos shampoos, exceto Pantene que dá certo até hoje.

Até descobrir a Alfaparf, foi uma caminhada. No Japão encontrava mais opções, mas nem lembro a marca mais. Me valia de mousses. Mas o mousse danifica muito os fios se usado com frequência.

Alfaparf tem várias linhas, as que mais beneficiaram meus cachos foram : Semi Di Lino e Diamante.
Tanto a linha branca quanto a bege e dourada. Mas um dos cremes sem enxague sumiu. Nunca mais encontrei e sofria desde então... É este olhem:
Imagens reprodução: Todos os direitos reservados ao blog Manteiga Derretida
Link do post original: clique AQUI

Era esta maravilha que eu usei anos e que não encontro mais em território de Pequena Londres. Comprava na Face Bela, na Léo, mas puf! Evaporou. O outro irmão dele, série Diamante branco é bom, mas só da um leve brilho artificial por causa das nano partículas de glitter, o que não curto pois deixa resíduos no couro. Este não encorpava tanto os cachos, era efeito natural e hidratação. mas super funcionava pro meu cabelo. Post mais antigo clique AQUI! 


O Altamoda, sublinha Alfaparf quebra o maior galho. Tem precinho BBB, realmente hidrata e deixa os cachos naturais, macios. Mas enjoa! Eu sentia falta de algo que encorpasse mais os cachos para dar a sensação de cabelo arrumado. Como o Redken ou mesmo um mousse, menos agressivo. O problema da Redken  é que encorpava, mas quem tocasse meu cabelo pensaria que tinha gel ali. Duro que é um pau. Aí não ne! Se a ideia de parar de alisar é para valorizar o movimento natural do cabelo, poxa... Cabelo duro é mais que artificial. Não curto. Kerastase meio que faz o mesmo.

Querer luxo nos cachos sai caro. Por isso comecei a pesquisar produtos intermediários, nem top caríssimos, nem furrebas baratex fedidos... 

Testei uns três que odiei, uns tops que reprovei, por fim conheci recente um produto que me surpreendeu e tem qualidade de importado top por um preço mais amigo. Estou muito feliz com meu novo cabelo cacheado! Mais curto, corte repicado e com vida!


A belezura! 

Eu ando viciada na Racco, confesso. Virei Suzue raccolândia. Mas que culpa a marca tem se é ótima?
Testei este creme filho único da linha e meu Pai eterno...
Ele funciona.
Deu o corpo do Redken com a hidratação Alfaparf, brilho e não ficou duro! Eu uso para o dia a dia, para eventos, eu abandonei a chapinha. Lavo os cabelos e aplico e reaplico pela manhã caso eu não lave novamente. Basta umedecer levemente os fios e reaplicar. Quantidade que está na foto é suficiente para o comprimento dos meus cabelos.

Da Série PREMIUM, 200g, olha a fartura! 
Promessa: Para fios que embaraçam, que precisam de hidratação e nutrição.
Tratamento profissional, luminosidade com hidratação prolongada.

Já falei em outros posts e para todas as amigas cacheadas: GERALMENTE NÃO ME DOU BEM COM PRODUTOS DIRECIONADOS A CABELOS CACHEADOS.
Meus cachos são metidos a besta, tipo, se acham normais. 
É incrível como que eles gostam de produtos para cabelos lisos, ondulados... rsrsrs
E este creme incrível funciona para todas! Como assim???

Uma amiga testou e o cabelo dela é longo e ondulado de raiz lisa. 
Eu ainda vou fotografar e mostrar aqui. Ficou fabuloso! Ela pediu sugestão pra mim para abandonar secador e parar de alisar. Gente... Nem eu esperava um resultado tão bom! Deu um brilho e as ondas do cabelo dela parece Gigele Pantene, hahahahaha!

Enfim... Eu aprovei e recomendo. Fora que dos 50,00 dinheiros que eu investia no Alfaparf, 90,00 no Redken e 200,00 no Kerastase... Um efeito top por 26,90 reais, ah! Pelamor! Estoquei.

Onde encontrar em Londrina? Na loja da Racco na Pio XII. Vai lá e fala que a Suzue aprovou. Além do mais eles orientam super. 

Bastidores: Também em fase de testes o condicionador da mesma linha. Adianto que está funcionando super bem e logo mais conto com detalhes. Cara... A culpa é da Pri do Tangerina e Lu do Limo Bag. Elas que me levaram pro mundo da raccolândia. Rafael Arzoli nem falo nada porque a indicação dele é "praga de mãe", tudo que ele me passa com ar de "hehehehe, ela tá frita, não ficará mais sem" e em silêncio, (olha que malévolo) é bingo certeiro. Pelamor...


CHATÔMETRO TRALALÁ 

  • Cheiro: Delícia. Lembra frutas, mas não como o Fructs. Suave.
  • Cremosidade/textura: leve, fácil de espalhar. Não tão grosso como Redken, nem tão ralo como Alfaparf e Semi Di Lino. Nada gordurento como umas manteigas de Karité por aí, afe... Nem massoroca como o Pantene. Nem fica "cara de nada" como da Inoar.
  • Duração do efeito: Até você lavar. Fico traquila com meus cachos o dia todo. Exceto se eu deitar ou encostar em algo por muito tempo, tipo rede. kkk
  • Hidratação: Não percebi muita diferença porque estou usando o creme de tratamento que postei recente aqui e estou muito satisfeita com a maciez do cabelo e brilho. 
  • Brilho: Incrível.
  • Preço: Coloquei na lista de avaliação porque é muito  bom ter qualidade de mais de 100,00 num produto por apenas 26,90.
  • Embalagem: Bisnaga prática, dosador econômico. A tampa eu ainda apanho um pouco, gosto mais das tampinhas de rosquear como o Alfaparf. Mas é Ok. Depende de cada uma. Não quebrando, não atrapalhando tá bom pra mim.

Nota final de estrelas de 0 a 5: 5 (dei a máxima porque realmente tá funcionando pra mim e meu cabelo é muito sincero. Se não cai bem eu passo. (Lembra do Inoar que postei aqui? Passei.)
Não sei vocês mas eu quando encontro algo realmente bom fico até com medo de desaparecer. O finado creme facial da Pond's, o creme Alfaparf, o chips Zambinos, o bombom Feitiço... Olha a neura! Hahaha... Abapha.


Bj
Suzue

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

0 Resenha: Base Líquida efeito Matte da Vult

O Strob Cream M.A.C é só para comparativo de tamanhos. A embalagem é mini, beira uma amostra. Hahaha!


Percebi que muitas blogueiras falaram dela. Fiquei curiosa quando vi em Santa Catarina, numa farmácia bem completa, tinha Bourjois, tinha tanta coisa, mas me chamou a atenção a textura desta nova base da Vult.

Não sou fã de acabamento matte, exceto quando é um matte que não esturrica, que dispensa o pó.
Uso uma avaliação básica, uma listinha de exigências para comprar base:

  • Cheiro bom; SIM
  • Boa textura; SIM
  • Não oxidar; SIM/ em minha pele seca foi Ok
  • Não transferir; POUCO
  • Cobertura média; SIM
  • Não manchar; SIM
  • Não ser reboco; SIM
  • Embalagem boa, bom aplicador; SIM
  • Pele que não dê na cara que tem base ali. MÉDIO
Ando bem pacata, não sou mais aloka das makes pele. Mas nesta crise acho válido conhecer alternativas BBB, que ofereçam qualidade.
Na primeira imagem mostro embalagem, bem prática para carregar na necessaire. Lembra a embalagem antiga da base da Yes!Cosmétics.

A textura é bem bacana, lembra BBcream coreano, bases da Bourjois, isso me impactou bem.
Testei pela manhã com sol ardente, clima abafado e percebi que não oxidou. Mas para ter certeza neste quesito é preciso testar em climas variados.
Transfere um pouco. Mas nada comparado a base mousse Maybelline. Sem dramas.

Não tem protetor solar, o que é bom. Geralmente eles deixam um fundo branco nas bases. Não é legal. Melhor aplicar seu protetor solar habitual depois do hidratante e base.

Cobertura média que dá para construir camadas. Achei legal que nem de corretivo precisei. Cobre bem para uma base de cobertura média.
Como ela é matte, as gurias de pele oleosa criam expectativas de segurar a oleosidade.
 Olha, eu confio nas resenhas da Sabrina do Coisas de Diva e ela disse que não segurou muito, mas que gostou mesmo assim. Acho que um bom primer ajuda. No meu caso, minha pele é seca, não ligo de segurar oleosidade. Gostei da textura, não preciso de pó, mas também não fica aquele carão seco esturricado.

A foto é de celular com luz artificial bem fraca. Preciso tirar fotos sob luz solar, natural. Pois neste caso observei que a pele fica mais bonita ainda. Dá uma boa iluminada a cor Bege 01 para mim neste momento branco cor de tofu. Eu pego cor fácil na praia, é já que muda. Mas a Bege 02 é bem legal, muda pouca coisa.

A gama de cores


Uma boa variedade. Tons que respeitam subtom rosado e amarelado. Achei bem legal isso porque as bases nacionais geralmente apresentam três míseros tons. Isso é péssimo na hora de maquiar profissionalmente. Ponto positivo para a empresa.
A quantidade é menor que o padrão de 30ml, a Vult matte vem com 26ml. Paguei na Léo Cosméticos perto de 32,00 reais. Mas sei que existem farmácias vendendo por 27,00... É um preço muito amigo para uma crise de matéria prima importada que passamos. 

Make básica completa com corretivo iluminador M.A.C , blush em creme M.A.C, lápis de olhos como delineador superior Bourjois à prova d'água, rímel Maybelline Colossal e batom cor de boca Brave M.A.C.

Sinceramente?
Me surpreendeu esta base. Gostei bastante. Dá para usar no dia a dia e em eventos, tranquilamente.
O cheiro lembra um pouquinho a Studio Fix M.A.C, mas bem mais discreto. Não me incomodou, pelo contrário, eu bem gostei.

É isso gente. Acredito que a Vult deu uma super bola dentro desta vez. Não gosto de 80% dos produtos deles. Mas há itens dignos e esta base, creio eu, que é uma excelente opção nacional.
Basta saber como ela se comportará em cada tipo de pele.

Vale o repeteco? Sim. Quero tons escuros para contornos.

Beijo, Suzue

Imagens: Reprodução e Arquivo Pessoal

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

3 Resenhas rápidas: Aloka do Jaborandi!

Já tenho vontade de rir só em pensar...

A paixão pelo jaborandi começou por mera curiosidade por uma vozinha nossa de coração que já assoprou 103 velinhas e nunca abriu mão de shampoo com jaborandi. A ponto de suas filhas terem que revirar Londrina para encontrar. E pensa num cabelo lindo, brilhoso, de diva. Branquinhos glam!

Então comecei a refletir sobre... Esta vozinha linda de 103 anos lúcida, sábia, que nem óculos usa, não anda encurvadinha, tem postura, é linda e elegante, faz inveja a mocinhas de quarenta aninhos que já reclamam e arriam, gosta desta fórmula, não abre mão, logo, só pode ser boa!

Corri testar e para minha surpresa... Além do preço amigo, eis o benefício!

A amamentação traz a queda de cabelo. Qualquer shampoo que prometa combater a queda já chama a atenção. Não saí aloka comprando tudo não. Mas quando percebi que o jaborandi além de ser o segredinho de beleza da vozinha ainda combate a queda de cabelo, ah! #partiu

E a brincadeira começa!

O que mais gostei foi o Gotas Verdes. Ele deu vida pro meu cabelinho que outrora andava apagado, ralo e sem viço. Nem lembro mais da queda. Sei que tive mais cabelo, mas desencanei. 
O cabelo ficou macio, brilhoso, cheiroso e limpo, bem limpinho mesmo! Leve...
Na foto percebam que é transparente, não é gelatina pura como algumas marcas bbb por aí, é muito gostosa a textura. 
Já na mesma foto postei o Naturrê, super baratex e não tem sal também. Jaborandi com Babosa. Amo babosa. Este limpou, mas não conferiu o mesmo brilho do Gotas Verdes. Ele é válido com um bom hidratante depois ou até creme de tratamento. Não vale o repeteco. Já o Gotas Verdes eu não fico mais sem. E o precinho? Curto muito esses achados baratinhos! Não podemos ter preconceitos acreditando que só importados salvam. Ok, eu tenho uma zona de conforto Alfaparf, mas gosto de conhecer e ter alternativas populares.  O Naturrê custou 5 reaus! Gotas Verdes um pouquinho mais, coisa de 8 ou 9 pila.


Bio Extratus já faz parte do meu "chegou para ficar". Postei aqui já sobre a linha Shitake. É realmente bom! E os preços não são assustadores.
Esta máscara de hidratação, o popular "banho de creme" (cara, adoro falar assim, sou véia, kkk) é fantástica minha gente. Como eu gostei!
Brilho imediato, sai fácil, não pesa os fios. Tem Jaborandi, Alecrim e Quilaia. Vitamina A, B e E.
Curiosa, corri ver o que é Quilaia:

Apliquei no cabelo uma boa quantidade do banho de creme. O cheiro é forte, mas é popular. Dá até uma nostalgia do tempo que eu usava, na adolescência, creme de abacate! Hahahaha! 
Fiz massagem rápida e enxaguei. Cabelos macios, super hidratados sem pesar! 

Eu estou curtindo mesmo esses bbbs. Mas, contudo, todavia... Não saí da zona de conforto. Eu enjoo e vou mudando. Estou entusiasmada para mostrar a linha capilar Racco que estou intercalando com o jaborandi. Gente... Se preparem. Vem resenha boa por aí. Uma linha acessível com qualidade de salão! Acho que finalmente encontrei um bom parceiro da Alfaparf. Aguardem.

Beijo!
Suzue Jaborandi

Imagens: Reprodução e arquivo pessoal.