domingo, 7 de julho de 2013

12 Dica para não comprar no impulso

O post de hoje é direcionado a um único produto. Vou citar alguns motivos da não recomendação da aquisição.
O objetivo é de auxiliar compras mais conscientes, livres de arrependimentos e expectativas não contempladas.
Fato é que cada um tem seu gosto. O que brilha para um pode ofuscar para outro. Não é para esculachar um produto. Não. O foco do post é causar aquele conflito de ideias que estrutura melhor sua síntese final: Você pesa pós e contras, analisa benefícios, sua realidade e no final fortalece ou enfraquece a ideia de aquisição do produto.
Tive minha fase impulsiva. Estou aprendendo a me controlar diariamente. Nada fácil tal tarefa... Mas vale a pena refletir antes de sair colecionando coisas que serão engavetadas posteriormente.
Não sou ninguém para criticar alguém. Mas posso compartilhar experiências.

O produto da vez: Paleta de sombras Naked I da marca Urban Decay.

O que me levou a compra: Amigas que elogiavam o produto, boas resenhas na web, minha paixão por sombras neutras, marca famosa de maquiagem, embalagem bonita, promessas de cores intensas, duradouras e, pigmentadas, praticidade em ter cores bonitas em uma só paleta para carregar em viagens, expectativa de encontrar as melhores sombras do mundo, entre outros.
Na prática: No início tudo eram flores. Dava até dó de usar. Embalagem segura, prática, junção de cores curingas pra todo evento. Com o tempo a realidade: Excesso de brilho, duração média, cores neutras nem tão usáveis assim...
Crítica: Excesso de glitter que cai sobre o rosto, falta da cor preta básica, textura acetinada enjoativa, cores douradas muito berrantes, textura macia que pesa um pouco nas pálpebras.
Solução viável à empresa: Oferecer mais cores opacas, zero glitter, com duração melhor e bom esfumado.
Dica para quem está começando neste universo da beleza: Busque resenhas gringas e nacionais. Conheça outras marcas como a LORAC e INGLOT. Não caia nos apelos de moda de blog, frisson passageiro, marketing excessivo, embalagens sedutoras...
Uma crítica à marca em si: A grande maioria de suas paletas de linhas regulares ou edições especiais repetem cores e oferecem texturas semelhantes de um acetinado muito farofento e com glitter.  Preços exagerados. Outras marcas oferecem qualidade equiparável ou superior por preços mais justos.
Um voto de confiança: Para quem gosta exatamente desse tipo de acabamento com glitter, super macias e cintilância poderá gostar.
Minha atual rotina com ela: Faço de tudo para usá-la, pois não curto desperdício. O arrependimento é parcial, pois valeu a experiência. As cores mais utilizáveis são as básicas sem brilho (2) e a iluminadora para o canto lacrimal e alto da sobrancelha. No “M” labial também funciona. Elas são pesadas até para esfumar, mas consigo cobrir o delineado do lápis marrom ou preto para não engavetar de vez. Acho a embalagem uma graça, o que motiva o uso.

By: Suzue

Imagem: Reprodução

12 comentários:

  1. Suzue, que post ótimo! Eu, confesso, não sou nada básica e não gosto de sombras marrons, pois no meu bronzeado palmito, fica parecendo que sujei os olhos com terra... Mas confesso que só pelo frisson em torno dessa paleta já tive vontade de comprar, como é que pode?

    Acabei comprando a paleta smoked da marca, com cores escuras e duas neutras mates claras que, certamente, vou usar bastante. Me identifiquei com a textura das sombras, mas achei as mate meio 'esfarelentas' sabe? Soltadoras de pó e muito translúcidas.
    Acho as da Mary kay melhores.

    Mas é aquela coisa, maquiagem é identificação, você precisa se conhecer para saber o que gosta e ter a possibilidade de testar coisas diferentes para saber o que lhe caí melhor.

    Eu aprendi ao longo dos anos que não gosto de sombras muito macias e prefiro sombras super pigmentadas à sombra translúcidas e, decididamente, odeio glitter caindo no meu rosto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcia, magnífica contribuição. Concordo em gênero, número e grau. A terminologia que me faltava para explicar o "farofento" é ESFARELENTA como citou. Quando aplico sombras da Naked I com pincéis de precisão, sejam chanfrados ou caneta/lápis como o 219 mac, esfarela tudo. Preciso ir carimbando lentamente para preencher a raiz inferior. Resumindo: Dá trabalho. Com sombras Mary Kay, por exemplo que eu acho divinas, isso nunca acontece. Por isso citei Inglot, você conhece? Elas são bem compactadas, oferece uma gama de cores e acabamentos para todos os gostos. Acho ótimas as acetinadas e opacas. Glitter no rosto, se assim o quiséssemos borrifaríamos nos rosto Fix Plus com glitter Contém 1g ultra fino. Hahaha!
      Beijo querida!

      Excluir
    2. Suzue, namoro a Inglot há alguns anos, vamos ver se um dia saímos para jantar...rsrsrsrs. Mas elas me parecem legais! Já marquei aqui comprar a acetinadas e as opacas! Olha, das sombras nacionais, devo dizer que gosto das sombras da contém 1g. As soltas tem cores belas e diferentes e as compactas são ótimas, nada esfarelentas e bem pigmentadas. Mas aqueles preços... é um lugar que só entro para ver a seleção da promoção.

      Excluir
  2. Ah, outra paleta da marca que não me convenceu foi a tal da naked basic, só com cores mate. Achei a seleção estranha... E você?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Marcia. Achei essa versão de necessaire muito picolé de chuchu. Uma da NYX por um preço melhor é bem mais bonita. Achei as cores aguadas, básicas demais, uteis para pessoas que não possuem sombra alguma, mas, pelo valor, dispensável. Bjss!!

      Excluir
  3. Suzue, eu já AMO essa paleta tanto que acabei comprando a 2 que vem com uma única cor repetida... Justamente a douradona que você comentou, mas eu dei pulos de alegria já que é a cor que mais gosto e uso da paleta!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Nanna, é uma questão de gosto mesmo. Apesar de gostar muito de sombras douradas, o fato de a dourada da Naked I marcar demais as linhas da pálpebra realmente não me agrada muito. Mas eu não as odeio. Apenas não vejo motivo para o "bum" que se fez sobre. A minha crítica maior é em cima dos glitters caindo no rosto. Desnecessário a meu ver. Colocaram glitter justo num tom taupe tão bonito... Peninha.
      bjs

      Excluir
  4. Olá,
    Sou "novata" em conhecimento de make - comecei a variar há pouco tempo,comprar mais marcas e cores diferentes para experimentar e tirando uma paletinha da Sephora que esta sim foi uma decepção,Urban Decay,Bourjois,Inglot(achei aqui no Brasil na Desejos de Beauté,online),NYX,Benefit,uau!Tenho amado.Pra quem não usava quase cor nenhuma,os brilhos,as cores fortes,estou adorando.Das Naked,tenho a ! e nada contra até agora - só não uso a preta porque ainda não sei esfumar como se deve,as outras,lindas.Questão de gosto,sei lá.Mas vocês que tem mais "experiência" podiam comparar e nos mostrar.Estas da Mary Kay estão me tentando,mas ouvi poucos comentários e swatches/aplicações.Posso deixar como sugestão?Desculpe,bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Eliana,

    É uma ótima sugestão sim. Assim que retornar das férias postarei comparativos com as sombras M.K. Obrigada pela participação! :) Apareça sempre!

    Bjsss
    Suzue

    ResponderExcluir
  6. Meus olhos brilharam por muito tempo por essa paleta, mas ainda bem que passou. Hoje vejo que não usaria tanto assim, ainda mais porque uso muito pouca sombra.

    Vi que agora tem uma versão menor com 6 cores neutras e apenas uma com cintilância. Se um dia comprar, será esta!

    Bjão Su :)

    ResponderExcluir
  7. Sábia decisão Pri. Uma vez vi você falar da paleta Nude da The Balm, essa sim apresenta resenhas mais honestas e confesso que tenho vontade de experimentar. ^^ Mas já que você usa pouco, uma pequena seria ideal. Eu passo a Naked Basic porque tenho unitárias com as mesmas tonalidades. Mas se não as tivesse, seria uma boa pedida.
    Bjsss
    Su

    ResponderExcluir
  8. Que bom, enfim uma resenha honesta. Fiquei pesquisando sobre essa paleta durante quase 1 ano e só lia coisa boa, tanto nos blogs brasileiros quanto nos gringos. Me dei de presente de aniversário e foi total decepção. A Half Baked marca todas as linhas dos meus olhos e a Sidecar é glitter em todo o rosto. Sem contar que sou negra e a Buck não serve para marcar o côncavo. A Creep é desnecessária e a Gunmetal apesar de bonita não tem muito a ver com o resto da paleta, fica meio que sobrando. Enfim, a Smoked me agrada mais, pois apesar do brilho não é a cintilância doida da Naked.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu comentário!